sábado, 13 de agosto de 2011

21 dias de Jejum - Presa


“Por ti darei a minha vida.” João 13:37
Você já se sentiu como se estivesse presa dentro de uma pessoa que você não é?
Você quer fazer as coisas, você até se vê fazendo, mas quando chega a hora, não faz. Quando o dia acaba, você pensa e prefere nem pensar muito. Mas a sua consciência fica pesada, você sabe que algo está errado. Você tenta se distrair com alguma coisa mas aquela sensação não vai embora. Você sabe que se cair em si, estará decepcionada consigo mesma mais uma vez.
Que estranho saber que podemos ser nossos piores inimigos… o certo seria protegermos o nosso interior assim como protegemos o exterior.
Essa cilada parece durar uma vida inteira. Você odeia pensar em quantas vezes já tentou mudar, é vergonhoso, especialmente por causa das tentativas fracassadas em público. De repente todo mundo já sabe, todo mundo está falando de você pelas costas. O pior de tudo é que o que as pessoas tentam te ensinar, você já sabe. Você sabe, será que eles não conseguem ver? Você está cansada de saber, você já fez várias coisas no passado… mas não conseguiu continuar.
E aí aquela falsa auto-confiança aparece, dizendo que um dia você vai conseguir. Dê tempo ao tempo, você vai chegar lá. Mas lá no fundo, você sabe que isso é só uma tentativa pra que se sinta melhor. Quão patético.
Pedro viveu assim por alguns anos, estando ao lado de Jesus o tempo todo. Pedro amava a Jesus mas quando chegou a hora de provar aquele amor com atitudes, ele se sentiu preso. Ele queria agradar a Deus, queria servi-Lo, mas a luta dentro de si era muito forte, quase invencível. E Jesus sabia disso o tempo todo, tanto que Ele o avisou a respeito disso em um daqueles momentos embaraçosos em que os discípulos não sabiam o que dizer, logo depois de Pedro dizer o versículo acima.
“Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: Não cantará o galo até que me tenhas negado três vezes.” João 13:38
Jesus sabia que Pedro O amava como a maioria das pessoas O amam, emocionalmente. O amor emotivo pode até te dar uma sensação boa quando você está com a pessoa mas não te ajuda na saúde ou doença, em situações de vida ou morte. Eu creio que a taxa de 50-60% de divórcios é evidência suficiente disso.
Pedro estava preso e Jesus sabia. Ele condenou a Pedro? Não. Ele o removeu do grupo de Seus discípulos? Não.
Jesus nos conhece tão bem… que benção!
Ele sabia que Pedro tinha o que era necessário para se tornar um verdadeiro discípulo, mesmo com aquela atitude escandalosa na noite da Sua prisão. Pedro não tinha o Espírito Santo ainda, ele teria que passar por vergonha e humilhação pra ver o quanto precisava do Espírito de Deus em sua vida.
É isso que aquelas pessoas que se sentem presas não têm e poque nunca aprendem a lição, terão que aprender da maneira mais dura… terão que sentir na pele o quanto precisam de Deus.
Por enquanto elas continuarão se sentindo presas. Elas preferem acreditar em mágica.
Tarefa de Pensar de hoje:
Se você conhece alguém assim, faça o que Jesus fez, deixe ela passar o que tiver que passar. Não tente impedi-la ou protegê-la de si mesma – é inútil. Se você é uma pessoa assim e honestamente deseja se livrar dessa prisão, ajoelhe-se agora mesmo diante de Deus e fale com Ele, mas dessa vez, faça de verdade, sacrificando algo que você sabe tem que ser deixado. Eu adoraria ouvir de você.
O que achou?

0 comentários :

Postar um comentário

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.