sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Consequencias de uma traição - Parte I

O mundo de muitas pessoas se acaba ao descobrir uma traição. Mas, quais são as consequências desse ato na vida de uma pessoa?

A história que vou contar agora parece novela, mas é real.  Dois jovens apaixonados iniciam um namoro e logo resolvem morar juntos, ela com 20 anos, já com uma filha de três anos e ele com 16, muito imaturo querendo curtir a vida.



Ela, muito guerreira, trabalhava para sobreviver e ele curtia a sua juventude, pois era novo. Desse relacionamento nasce uma criança, uma menina linda, gordinha e muito saudável.  Mas, uma fatalidade da vida acontece com essa criança e aos dois meses de vida ela adoece no desespero sua mãe começa a procurar ajuda, pois não sabe o porquê daquela febre tão alta e a Neném, não para de chorar.  

Vai até farmácia de um conhecido e o farmacêutico ao avistar a criança, logo diz:
- Celina, corre para o médico agora, pois ela pode morrer!!!

E, assim ela faz, chegando ao hospital à criança é atendida por um médico japonês, que interna a pequena na hora, pois a mesma foi diagnosticada com meningite bacteriana grave.  Dois meses se passam  e após um longo tratamento a guerreirinha sobrevive.

Apelidada carinhosamente de Neném, por sua irmã mais velha, Kátia, ela cresce tendo seu pai como um herói.  Aos quatro anos, se depara com sua mãe chorando, ela não entende, mas nota algo, o herói (Pai) de sua vida foi embora.

Mas ele não a abandonou apenas se mudou.  Primogênita de Juraci, a menina linda de cabelos cacheados, é levada pelo pai para conhecer sua nova residência. E, lá se depara com seu pai morando com outra mulher, ela não entende nada, sua mente é muito pura para compreender qualquer coisa, por isso faz das vezes em que vai para casa do seu sempre herói, uma diversão, pois lá tem a irmãzinha da nova mulher de seu pai para brincar.

Com o passar do tempo, ela percebe que algo está mudando na vida de seu herói, pois nota que uma nova criança está para chegar, seu irmão.  Os meses passam e a criança nasce, mas de repente seu pai simplesmente some, e ela não sabe o por que .  

No entanto, ele ainda continua sendo o herói da mocinha que cresce aos cuidados da mamãe Celina, que sempre ensinou a filha os bons princípios.  Cheia de esperanças, a cada data comemorativa, ela aguarda seu herói para lhe trazer um presente ou simplesmente dar um abraço, mas isso não acontece.

Logo a doce garotinha percebe que cada vez verá o seu pai, menos vezes, ela não entende, mas se conforma, pois pensa consigo: “Talvez um dia venha me ver ou meus pais voltem a ficar juntos”! Mas, isso não acontece.  Pelo contrário, aos poucos sua mãe começa a contar o porquê da separação.  Ela não entende nada e continua guardando a memória de um herói que um dia vai voltar.

Os anos passam e a garotinha descobre que seu pai deixou um telefone para ela ligar para ele, porém, sua mãe não permite, pois tem medo.


Continua na próxima semana, aguardem...
O que achou?

3 comentários :

  1. Lindo texto, infelizmente isso acontece com muitas pessoas, conheço pais que não foram embora, porém sempre foram ausentes na vida dos filhos a ponto de esquecer de amor, carinho, alimento ou até mesmo esquecer seu aniversário tudo por uma amante e outra família que nem era sua de sangue, a realidade dói, mas Deus da forças pra pessoas que teve esse tipo de vida continuar e ser diferentes do pai ou pelo menos arrumar alguém diferente.

    ResponderExcluir
  2. Belo texto Karen! Parabéns! Agora estou curioso para saber o final!

    ResponderExcluir
  3. Belo texto Karen! Parabéns! Agora estou curioso para saber o final!
    Rafael T.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.