quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Por que trufas?


Muitas pessoas perguntam porque escolhi vender trufas, como nunca pude trabalhar sempre inveitei formas de ganhar dinheiro, apesar de não ter registro em carteira, não posso dizer que nunca trabalhei, pois vendas é trabalho! Desde de novinha sempre tive consciência, que para conquistar algo na vida é preciso lutar, independente do valor que seja, pois tudo tem um preço a pagar. Lembro-me que aos 13 anos a maioria dos meus colegas de escola tinha celular, e eu para não ficar pra trás também queria um, então pedi à minha mãe que comprasse no nome dela,  garantindo que eu pagaria todos os meses com a minha mesada, e assim ela fez. Acredito que  não confiou totalmente na minha palavra, pois eu era uma pessoa dependente, mas se formos ver bem, é assim que devemos ensinar as crianças, pois se não for através da renuncia por algo hoje, amanhã poderá ser tarde, foi assim que aprendi que devemos nos empenhar pelo que almejamos por mais que tenhamos que sacrificar agora, ao me mudar para Barueri fiquei mais livre para ir as ruas, fazer as coisas que gostava, no entanto todas as vezes que queria algo nunca tinha dinheiro, pois tudo que ganhavamos era pra comprar remédios pra minha avó e fazer a compra do mês, foi então que aos 14 anos decidi começar vender, à principio pegava as coisas velhas da minha avó e tudo que ela deixava eu ia vender no ferro velho, depois comecei vender bolos, bijuterias, brinquedos, crochê que eu mesma fazia, até aprendi fazer chaveirinho de madeira, tudo que via, era forma de ganhar dinheiro, entretanto não era o suficiente ao ponto de pagar uma faculdade, quando decidi estudar pedi uma direção a Deus, pois não sabia o que fazer, só tinha certeza de uma coisa, que eu iria ingressar na universidade, foi quando me lembrei que em uma dessas vendas que fazia eu havia vendido trufas, que anteriormente comprava para revender, só que dessa vez eu mesma queria fazer, porém não sabia, conversando com uma colega sobre o assunto, ela me disse: "Se você comprar os ingredientes eu te ensino" e assim começou essa jornada confesso que muitas vezes ficava até de madrugada fazendo as trufas para acordar às 5h30 da manhã pra ir à aula, nada nessa vida é fácil, mas tudo é possível ao que crê e luta, pois como diz a Biblia: "Fé sem obras é morta".
O que achou?

4 comentários :

  1. mtooo fortee florziinha !!
    Atualizeii o meeu,
    vai láá visitar !!
    Obs: Eu tbm deis de criança sempre vendi algo, fazia puseiras de misanguinhas vendia na escola, vendi trufas tbm, vendia pao de mel, vendi até balas no farol uma época eu e o pessoal do força jovem, vendi bolos recheados tbm, varias coisas rsrs, daqui uns 5 meses vou abrir meu próprio negocio!
    E vc tbm flor, vai arrebentar !!

    NA fÉ ! õ/

    ResponderExcluir
  2. Querida Karen...

    Gostei muito de conhecer o seu blog e de conhecer um pouco sobre você!!

    Você é mesmo uma guerreira e não tenho dúvidas de que já é uma vencedora... E acredito que muitas vitórias ainda virão!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. NOSSA HISTÓRIA É PARECIDA...

    ResponderExcluir
  4. adorei sua historia,eu também estou começando vender trufas,e sua historia me motivou muito.
    tenho um site que estou fazendo http://rafaelatrufas.webnode.com/

    ResponderExcluir

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.