sexta-feira, 15 de julho de 2011

Julgamentos precipitados


“-Nossa! Você viu? Ela passou e nem nos cumprimentou, ridícula, pensa que é melhor que os outros.”
“-Mas que metida, olha a roupa que ela veio, tá se achando, que brega! Hahahaha.”
Vê duas pessoas conversando e no acaso fitam-se os olhares. “-Ah! Essazinha aí tava falando da gente Fulana, você como ela olhou para nós enquanto falava com a amiga dela, fofoqueiras!”
 
Existem vários outros exemplos de julgamentos precipitados, porém estes bastam para percebemos como a mulher é competitiva e muitas vezes precipitada.
É comum julgarmos a primeira vista, quer seja pelas vestes, pelo olhar, pela forma de falar, pela aparência, enfim, tudo coopera para um primeiro julgamento, somos assim e devemos procurar mudar, mudar a forma de pensar. Vou mudar um pouco a forma que os exemplos acima fora citados.
Ex: “-Você viu a Fulana, ela passou direto, deve estar passando por alguma situação difícil, vamos ajuda-la.”
“-Que bela a nossa amiga, hoje veio linda, deve estar feliz, todos a olham e a admiram.”
Vê duas pessoas conversando e no acaso fitam-se os olhares.”-Olha nossa amiga ali, está conversando, vamos lá falar com ela!”
A forma que se vê muda muito quando queremos ter bons olhos, julgar sempre irá fazer parte de nossas vidas, porém, temos que ser sensíveis aos outros e não sair por aí atirando paus e pedras para todo lado, sejamos mais compreensivas e menos severas, porque assim como julgamos também seremos julgados.
Reflita: “Com a medida com que tiverdes medido vos mediram também, e ainda se vos acrescentará.” Marcos 4:24
O que achou?

0 comentários :

Postar um comentário

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.