sexta-feira, 1 de julho de 2011

Super poderoso(a)

Quando criança, amava assistir desenhos de heróis, como super-homem, meninas super poderosas, popai, entre outros... Ficava me imaginando naqueles desenhos, como se fosse um dos personagens, sonhava em ter poder, para salvar vidas.

Às vezes observo algumas crianças e me vejo nelas. Aquele jeito inocente de tratar as coisas, sua pureza é inconfundível, podem brigar com elas e mesmo assim demonstra amor. Hoje em dia as crianças estão amadurecendo mais rápido e conseqüentemente deixando de lado sua inocência.  Mas, por quê?  Simplesmente, por que os adultos resolveram mostrar a realidade de uma vida sofredora para elas, mostrando seus problemas como de fato são. Não deixando, eles sonharem em serem heróis.

É verdade que não devemos mentir para as crianças, mas também não podemos matar sua inocência, sempre temos que ser verdadeiros para com elas, para que não cresçam em um mundo de fantasias, no entanto, existe hora certa para todas as coisas, devemos lembrar que crianças são crianças e nem tudo que as falamos entendem, por isso devemos filtrar nossas palavras na hora de ensiná-las o caminho que se deve andar.

Nossa responsabilidade, como adultos é apenas ensinar o certo e o errado, o caminho elas escolhem quando tiver maturidade o suficiente para tomar suas decisões. Portanto não destrua o que de tão belo existe em uma criança, que é sua pureza, mas ensine para ela o que tem de mais belo há na vida, que é dar, somente quem dá, recebe, e o bem maior que podemos dar é o amor.
Se você tiver amor, considere-se um(a) super poderoso(a), pois esse é dom sublime, por que vem de Deus. 

Na Guerra,
Karen Revolta

O que achou?

0 comentários :

Postar um comentário

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.