segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Lembra do seu primeiro amor?


Lembra como tudo começou? Como você conheceu o Senhor Jesus? Ahh, foi amor a primeira vista, não é verdade? Ao conhece-Lo, você entregou toda sua vida, deixou tudo que te fazia bem momentaneamente, pois o que você tinha recebido, era muito maior, melhor e real.

Tudo dentro de você começou a mudar, sua vida renasceu. Sua prioridade era o seu relacionamento com Deus, por isso, você não perdia tempo e nem oportunidade de está buscando a Ele, jejuava e orava com prazer, a sintonia era tão forte, não havia desanimo de ler a bíblia.

Ahh, e quando chegava as quarta, domingos e vigílias até o amanhecer... você ficava tão empolgada em chegar a hora de ir para a igreja e mesmo cansada, dava o seu melhor em sua busca, em seu clamor e oração e, mesmo sabendo que saindo muitas vezes daquela vigília direto para o trabalho, você ia tão abençoada e feliz, que o sono, não era problema.

Lembra como você era? Lembra como você fazia as coisas com santidade? Lembra quando você chegava cansada em casa mas feliz no domingo a tarde, depois que você trabalhou na reunião, evangelizou, participou do grupo jovem, ficou o dia todo na igreja?

Essa semana eu parei e comecei a lembrar de tudo isso e muito mais. E me dei conta de quantas coisas que eu já não estava fazendo mais. O primeiro amor é maravilhoso não é? É bom demais! No inicio da nossa conversão, tudo era pecado e o desejo de se manter limpo era algo que nos mantiam ligadas com Deus o tempo todo.

Hoje, nos tempos modernos muitas tem deixado o primeiro amor pelo o “corre-corre” é a nossa especialidade! Dormimos pouco porque ficamos trabalhando até tarde. Acordamos cedo porque há “milhões” de coisas pra fazer. Paramos quase nunca e aceleramos cada vez mais. Assumimos mais responsabilidades do que deveríamos. Exigimos muito de nós mesmas.

Será que Deus tem se agradado disso? Será que isso tem nos trazido resultados favoráveis? Claro que não amiga!

Maria... você não precisa tentar ser igual a sua irmã. Não dê lugar ao sentimento de culpa apenas porque vocês são diferentes. Você sabe que o mundo que estamos é o mundo de Marta, mas não ceda à tentação de correr... Seu coração não vai suportar.

Marta, Marta... Cuidado com o seu jeito de ver o mundo. Quando a vida começa a se tornar uma sequência interminável de tarefas a serem cumpridas... Quando você acha que vai conseguir controlar tudo... Quando o limite da exigência, consigo e com os outros, é extrapolado... Quando as pessoas se tornam meros instrumentos para alcançar resultados... Você precisa mudar o seu jeito de ver o mundo.

É preciso voltar aos pés de Jesus e ouvir novamente suas palavras... Reencontrar as prioridades da vida... Amar as pessoas ao seu redor... Aprender a chorar nos pés de Jesus... Reaprender a confiar Nele...

Marta, Marta, porque andas ansiosa... Uma coisa só basta: Lembre-se e volte ao primeiro Amor!

Achei muito forte essa mensagem , por isso decidi colocar aqui no blog, creio que poderá ajudar muitas pessoas a voltarem ao seu primeiro amor com Deus.



                                     Tirado do Blog: O Diario da Esposa de Pastor.

Na fé.

O que achou?

0 comentários :

Postar um comentário

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.