terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

De novo, tudo de novo...



Eis aí de novo o mesmo erro que você sempre comete. Quando é que você vai aprender e mudar? O ciclo começa, no entanto, mais uma vez. Você pede a Deus para te perdoar, mas o mais difícil é se perdoar. Por mais que você se diga que essa será a última vez, no fundo sabe que está se enganando mais uma vez.

Qual é o problema com os erros persistentes? Por que é tão difícil se livrar deles?

Davi teve este problema até que um dia tornou-se tarde demais, e ele teve de pagar um preço bem alto por isso. Ele era aquele homem de Deus incrível. Ele tinha tudo, o Espírito Santo, fé, caráter, coragem, boa formação, experiências, boa aparência e muito mais. Mas ele tinha um defeito: as mulheres. E assim, já que ele era um rei, desfrutou da “liberdade” de se casar com muitas delas para que assim tivesse muitos descendentes.

E apesar de saber que isto é uma fraqueza, e de que com certa frequência seus filhos de diferentes esposas entrariam em conflito entre si, ele simplesmente não conseguia resistir a ter novas esposas. Num dia um tanto ocioso, quando decidiu ficar no palácio e se omitir da guerra por alguns dias, ele avistou, então, uma outra mulher do seu terraço. Ela estava se banhando, e ele, simplesmente, não pôde resistir. Ele tinha que possuí-la, ainda que fosse por apenas uma noite.

Bate-Seba era casada com um dos soldados dele – que estava fora, lutando na guerra – e em vez de se sentir culpado pelo pensamento de possuir a sua esposa por uma noite, Davi se aproveitou de sua ausência.

Este erro custou caro a Davi. Bate-Seba engravidou e ele teve que enviar o marido dela para morrer na linha dianteira da guerra. Ele se casou com ela mais tarde e o bebê deles morreu. Mais para frente seus filhos se rebelaram contra ele e Davi teve que fugir de seu país. O seu segundo filho com Bate-Seba se tornou o rei Salomão, e sabe o que lhe fez cair feio? Mulheres!

Tanta coisa aconteceu com Davi após cometer o mesmo erro… Sem precisar mencionar toda a dor de cabeça com os seus filhos lutando entre si e se rebelando contra ele todos os dias da sua vida…

Voltando à pergunta anterior… Como evitar cometer os mesmos erros de sempre, tudo de novo, então?

Fuja deles. Evite o terraço que o leva a cair toda vez.

Se a sua fraqueza são mulheres ou homens, fique longe deles. Se é roubar ou mentir, evite situações em que você sabe que poderá cair de novo. Seja sábia para o seu próprio bem. Os erros sempre voltam para caçar as suas vítimas. Deixe de ser uma vítima das suas próprias fraquezas.

O que achou?

Um comentário :

  1. forte este post. Estava realmente precisando disto...

    ResponderExcluir

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.