quarta-feira, 7 de maio de 2014

Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas

Uma grande mobilização de conscientização foi realizada no Parque do Ibirapuera em São Paulo, através da “Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas”

Foi em uma pedalada que na manhã do dia 01 de maio, feriado do trabalhador, a bandeira em prol da recuperação dos dependentes químicos foi levantada no Parque do Ibirapuera em São Paulo, onde várias pessoas se mobilizaram ‘Por Uma Vida Sem Drogas’. A data teve como símbolo os vários trabalhadores que muitas vezes deixam de viver uma vida saudável, mesclando sua vida com o uso e abuso de drogas, ao invés de praticar esportes.

Com saída do portão 10, foi feito um evento ciclístico de 3 km, totalizando uma volta, que teve duração de 40 minutos para conscientizar a população que a prática esportiva e de lazer é uma das formas de prevenção às drogas.

O evento realizado pela Clinica Grand House, juntamente com o movimento Juventude Contra o Crack, contou com a presença do Vereador, Jean Madeira, Diretor Terapêutico da Clínica Grand House, Sérgio Castillo, Coordenadora Estadual do PRB Mulher SP, Thabata Yamauchi,   Vice Presidente do Faces e Vozes do Brasil, José Florentino e do Campeão paulista de duathlon, Silvio Barrozo.

Experiente no processo de recuperação dos dependentes químico, Sérgio Castillo, falou sobre a importância do esporte na prevenção às drogas: “A pedalada veio para complementar o trabalho de prevenção, pois o esporte vai muito de encontro às necessidades do dependente químico”, disse Castillo.

Especialista em dependência química, o Profº José Florentino, em declaração lembrou-se de suas experiências em eventos de mobilização, destacando sobre a necessidade das ações: “Nós precisamos ter mais oportunidades. Tendo a oportunidade de praticar esporte, aliado com a ação de prevenção, soma muito”, salientou.

Idealizador do movimento Juventude Contra o Crack, o Vereador Jean Madeira, que tem em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo o projeto de lei 262/2013, que cria a ‘Secretaria de Prevenção às Drogas no município ’, afirmou que é necessário mais investimento na recuperação de dependentes: “Ações como essa é de suma importância, mas é preciso mais investimento na recuperação de pessoas que tem problema com a dependência química. No entanto, isso não depende apenas de um e sim de todos, precisamos que as autoridades invistam mais nessa causa”, afirmou Madeira.

Ao final da “Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas”, o organizador do evento, Erik Teixeira, anunciou que já está sendo projetada a “2º Caminhada Por Uma Vida Sem Drogas”, prevista para acontecer no final do ano.

Colaboração: Karen Salvador
Fotos: Erik Teixeira

O que achou?

0 comentários :

Postar um comentário

Gostou do post? Comente. Ficarei muito feliz em saber sua opinião sobre essa postagem que preparei com muito carinho.